Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

sábado, 25 de maio de 2013

Paisagem Sonora: uma brevíssima introdução


O conceito de Paisagem Sonora (soundscape, no original) diz que "paisagem sonora é um som ou uma combinação de sons vem ou surge de um ambiente imersivo¹." O termo soundscape foi cunhado pelo compositor e ambientalista canadense R. Murray Schafer, que em seu livro The Tuning Of The World, de 1977 (publicado no Brasil em 1997 pela Editora Unesp com o título A Afinação do Mundo), indica três elementos principais na paisagem sonora: sons fundamentais, sinais e marcas sonoras. Estes três elementos são definidos por Schafer da seguinte forma: 
Os sons fundamentais de uma paisagem são os sons criados por sua geografia e clima: água, vento, planícies, pássaros, insetos e animais. Muitos desses sons podem encerrar um significado arquétipo, isto é, podem ter-se imprimido tão profundamente nas pessoas que os ouvem que a vida sem eles seria sentida como um claro empobrecimento. Podem mesmo afetar o comportamento e o estilo de vida de uma sociedade. Os sinais são sons destacados, ouvidos conscientemente. Qualquer som pode ser ouvido conscientemente e, desse modo, qualquer som pode tornar-se uma figura ou sinal. Não raro os sinais sonoros podem ser organizados dentro de códigos bastante elaborados, que permitem mensagens de considerável complexidade a serem transmitidas àqueles que podem interpretá-las. É o caso, por exemplo, da cor de chasse (trompa de caça), ou dos apitos de trem ou navio. O termo marca sonora deriva de marco e se refere a um som da comunidade que seja único ou que possua determinadas qualidades que o tornem especialmente significativo ou notado pelo povo daquele lugar. Uma vez identificada a marca sonora, é necessário protegê-la porquê as marcas sonoras tornam única a vida acústica da comunidade².

Os estudos de paisagem sonora estão diretamente ligados aos estudos de Ecologia Acústica. A ideia de paisagem sonora se refere ao ambiente acústico natural, consistindo de sons naturais, incluindo vocalizações de animais e, por exemplo, os sons do clima e de outros elementos naturais; e sons ambientais criados por humanos, através de composição musical, sound design, e outras atividades humanas comuns como conversação, trabalho e sons de origem mecânica resultantes do uso de tecnologia industrial.

Alguns outros estudos estão mais voltados para questões de saúde pública como a forma que a poluição sonora afeta não só o psicológico do ser humano mas também a sociedade, e o uso de dispositivos acústicos computadorizados e câmera para oferecer uma "visão sintética" do ambiente aos portadores de deficiência visual através da eco-localização.



1 Retirado e traduzido livremente de http://en.wikipedia.org/wiki/Soundscape
2 R. Murray Schafer. A Afinação do Mundo. 2.ed. - São Paulo: Editora Unesp, 2011, p. 26-27 




Para saber mais:

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Blogger Templates